Filme: Para sempre Alice

25 de fev de 2015
 Soube desse filme através da indicação no Oscar, porém assisti mesmo só depois do ocorrido. As minhas expectativas em relações aos filmes que me indicam são muito altas, principalmente essa, não vou dizer que não é um filme emocionante pois estaria mentindo, é sim e eu gostei bastante, tiveram cenas que a atriz Julianne Moore interpretou que eu fiquei de boca aberta com tamanho talento que essa mulher possui para interpretar, e eu gostei bastante de saber que ela venceu e recebeu o Oscar nesse ano de melhor atriz, mesmo não estando por dentro do assunto.
 O que eu mais gostei ao longo do filme foi a relação entre mãe e filha, apesar de ela ter mais dois, foi com essa que mais me chamou atenção, justamente por ela pegar mais no pé dela por não ser como os demais irmãos que estudavam, tinham trabalhos considerados segundo ela mais estabilizados, pois para quem ainda não assistiu o filme, essa menina, filha dela, queria ser artista, coisa que ela não apoiava e não gostava da ideia do marido dela (no caso, pai da menina) apoiar.
 Mas o filme não é só sobre isso, apesar de abordar esse dilema e laço familiar, também aborda a doença de Alice que acaba descobrindo depois de um diagnostico.
 O filme não é deprimente mas também não é alegre, é algo que te choca e faz pensar duas vezes o quanto a vida é passageira e de uma hora para a outra você pode se surpreender com as voltas que ela dá. Alice é uma mulher inteligente, culta, uma das melhores professoras, e como eu estava falando, o filme retrata o quanto tudo isso é banal na vida do ser humano (porém não que seja dispensável, não sei se vocês entenderam o que eu quis dizer).
 Enfim, a sinopse é essa: A Dra. Alice Howland (Julianne Moore) é uma renomada professora de linguistica. Aos poucos, ela começa a esquecer certas palavras e se perder pelas ruas de Manhattan. Ela é diagnosticada com Alzheimer. A doença coloca em prova a a força de sua família. Enquanto a relação de Alice com o marido, John (Alec Baldwinse), fragiliza, ela e a filha Lydia (Kristen Stewart) se aproximam.
 Eu recomendo a assistirem, faz a gente se emocionar, refletirmos... Gostei muito, principalmente da atuação da atriz principal, é um filme que te deixa apreensiva, curiosa, nervosa e até mesmo angustiada em certos momentos, mas que mesmo assim vale muito a pena.
 Dou 5 estrelinhas pois tudo foi muito bem feito, o passo-a-passo de tudo, atuação, enfim, sem palavras mesmo. Espero que tenham gostado do post, eu já falei que não sou muito boa em falar sobre filmes mas eu gosto e tento né? Acho que com o tempo a gente melhora, planejo assistir um outro filme que também foi indicado ao Oscar, aparenta ser bem triste, não sou fã de filmes assim, não gosto pois fico bem deprimida mas mesmo assim vou assistir pois me deixou curiosa, tanto o thriller como também saber que o ator foi vencedor do oscar (é sinal que pode ser bom né?). Não deixem de comentar, isso me deixa muito feliz e motivada para escrever e trazer novos posts para vocês, beijos e até...

6 comentários:

  1. Um filme que trata de uma doença polemica, e avassaladora.
    Com certeza rende muitas emoções, afinal qualquer família esta sujeito a isso.
    Adorei a dica, e quero muito ver o filme.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a forma como ela interpreta o papel é chocante, você fica de boca aberta!
      Que bom que gostasse da dica, depois que assistir me conte o que achasse... Beijos!

      Excluir
  2. Adorei a indicação, mesmo eu não gostando muito desse tipo de filme esse parece ser muito bom e eu assistiria :)
    Bjs!
    paposdakah.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, se caso você resolver assisti-lo, me conte depois o que achou :D
      Bjs!

      Excluir
  3. Adorei o Post, parabéns! Muito sucesso para você. Recentemente eu criei um blog de moda, e adoraria que você desse uma passadinha por lá. Estou seguindo o seu blog, se puder siga o meu também ficarei muito feliz.

    minadegrife.blogspost.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, obrigada! Pode deixar, irei dar uma passadinha aí no seu para conhecê-lo :D
      Bjs!

      Excluir